Arquivo da tag: aquarela

Estudos de agora e de outrora

Essa semana fiz meu primeiro curso na quanta – coisa que ensaiava fazer desde que cheguei em São Paulo, há 4 anos. A gota d´’agua que me fez ir até lá e me inscrever foi Davi Calil e o belo programa do curso Pintura Relâmpago.

Muita coisa do que Calil falou eu nunca tinha ouvido falar. Isso é cada vez mais raro, já que eu sou viciada em aulas… mas nunca tinha ido atrás de uma técnica que misturasse transparência e opacidade e isso me rendeu uns bons nós na cabeça. Dói desatar alguns hábitos, pensar em colocar a luz ao invés de reservar o branco do papel. Tive dor de cabeça nos dois primeiros dias em que pintamos.  Mas isso é das melhores coisas que um curso pode fazer.

Aqui embaixo estão alguns dos estudos que fiz sem dor de cabeça, mas com referências de obras de artistas – perguntem pro Davi quem são os autores, eu não anotei. É impressionante como fica fácil pintar seguindo as pegadas dos pincéis de mestres…
Gouache Estudo

Gouache Estudo

E já que estamos falando de estudos, aí vão também umas aquarelinhas do ano passado.
Aquarela

Aquarela

Aquarela

Etiquetado , , ,

Quando eu crescer

No final de 2010 ( tempo passa rápido demais) fiz essa hortência para o convite de casamento de uma amiga querida. E desde então ela já comemorou 1 ano de casada e está esperando a pequena Catarina (\o/ viva!)
Convite - Carol
É tão bom participar dessas coisa…

O engraçado é que gostei milhas do resultado desse desenho, mas nunca mais tinha experimentado com essa mistura de mancha de aquarela com linha de pincel. Então semana passa fui ver o que acontecia se misturasse as duas coisas de novo. Achei um pequeno astronauta na internet e foi tudo que precisei pra começar
Quando crescer - astronauta
Quando crescer - bailarina
Acho que mais desses desenhos virão. O que você queria ser quando crescesse?

 

Etiquetado , , , , , , , ,

Workshop com Cárcamo

Ou Até que enfim consegui ter aula com esse monstro

Quando sai do Rio a recomendação expressa do Alarcão foi: Faça o curso de aquarela com o Cárcamo (clica nos links, vale muito a pena, só não esquece de voltar pra cá, tá bom?).

Pois bem, eu sou uma aluna muitíssimo aplicada e já estava preparada pra me inscrever assim que tivesse notícias de um novo workshop com o mestre das tintas aguadas, mas… a primeira notícia que tive do professor foi que estava se mudando pra Ilhabela. Hunf. Justo quando eu vim pra São Paulo, Cárcamo resolve viver bem?

Desde então se passaram quase dois anos. Eu andei flertando com outras técnicas, peguei medinho de aquarela e andava meio esquecida de como a barriguinha de água se comportava. Mas semana passada soube que Cárcamo viria pra um workshop de seis horas em São Paulo. Me inscrevi num piscar de olhos e passei felizona o sábado guiando manchas de tinta.

exercício
Primerio assim, como quem treina solfejo em música, experimentando subir e descer o tom (essa metáfora tanto Renato quando Gonzalo usam, não sei se é coincidência, mas é pertinente). Repare no pé da segunda coluna vermelha, uma gota de água malvada manchou meu tom puro.

exercício
Depois assim, mudando de cor pra cor, como quem experimenta acordes.

aquarela
E então, esta aquarela veio pra coroar o que se fez durante a aula. Parece que eu ainda sei desenhar, vejam só. Vou parar de ter medinho de aquarela, isso não leva a lugar algum.

Etiquetado , , , ,

Tiras Diárias

No dia 27 de janeiro, num lapso bizarro nunca dantes visto por aqui do bom senso, aceitei – ou será que eu propus? Meu deus! Eu propus?! – o desafio de fazer uma tira diária junto com Rafael. (Tem uma segunda parte, de fazer 3 aquarelas por final de semana… mas estamos fingindo que não lembramos disso. shhhhhh!)

Então, o resultado disso por enquanto é isso:
tira 01 - 27/01
Uma tira sobre o absurdo da relação entre Pardais e Chupins que eu presencio TODO DIA na Natura.

E isso:
tira 02 - 29/01
Sobre como minha verdadeira vocação como travesseiro parece ter sido descoberta no último bistecão apesar do meu ceticismo.

Até que é divertido fazer quadrinhos. E aquarelas. E postar desenhos na internet.

Por que que eu parei mesmo? Hum… acho que nunca lembrarei.

Esse é um blog protótipo, mas agora deixou de ser.

Etiquetado , ,

Diário de uma esquizofrênica visual

Acho que já nasci assim com minha cara de lápis. Minha mãe conta que pra me fazer ficar quieta era só adicionar papel e giz de cera (e continua bastante efetivo). Apesar da longa longuíssima história de amor, eu ainda não sei quem eu sou em traços. Fiquei adiando infinitamente criar esse blog, achando que mais cedo ou mais tarde surgiria uma identidade.


Bem… pelo jeito vai ser mais tarde….

Bem mais tarde?


Um dia, talvez…

Etiquetado , , , , ,